Você estudou, treinou e até visualizou como seria sua conversa em inglês com o CEO da sua empresa. Mas quando chegou a hora H… blecaute total! O medo tomou conta e te deu aquele branco total!

Até parece cena de filme ou melhor dizendo, um pesadelo, mas isso acontece o tempo todo, com a maioria das pessoas. O medo de nos sair mal é um dos maiores e mais comuns empecilhos que enfrentamos na hora de aprender um novo idioma. Assim como o medo irracional de falar em público, não se trata de incompetência ou despreparo. É exatamente isto: apenas medo. Por isso, não dá para desanimar e entregar os pontos sem uma boa luta! Ou você vai se deixar vencer por essa assombração? Respire fundo e solte o verbo. Se alguns errinhos escaparem, você vai ver que não é o fim do mundo. Aliás, errar faz parte do aprendizado e se você não ao menos tentar, nunca vai chegar a lugar algum.

Como ninguém é de ferro, que tal umas dicas para ajudá-lo nesta batalha?

Faça suas lições de inglês, procure aumentar seu vocabulário e treine sua pronúncia o quanto puder, usando os vídeos e a ferramenta de reconhecimento de voz disponíveis na seção Prática da sua plataforma de aprendizagem. Faça disso um exercício constante e, se possível, diário. Em pouco tempo, você conseguirá uma diferença significativa.

– Inverta a situação. Imagine a pessoa com quem está falando (aquele CEO americano, por exemplo) tentando falar em português com você. Ele provavelmente não teria uma pronúncia perfeita como a sua, certo? Nem fluência em um idioma que não domina. Então relaxe. Mostrar que está estudando e se esforçando já conta pontos a seu favor.

– Fale devagar para que as pessoas possam compreendê-lo. E quando for preciso, reformule ou repita aquilo que está tentando dizer.

– Tente pensar em inglês para não se confundir tentando traduzir cada palavra ou frase ao pé da letra.

– Use frases simples e curtas.

Mais uma vez, respire fundo. Ou medite. Ou corra 5 km. Mas não importa o que acontecer, mantenha a calma e acredite em você e em sua capacidade de, aos poucos, corrigir os pontos falhos. Dessa forma, o medo vai desaparecendo e, quando menos esperar, vai começar a receber elogios pelo seu inglês. O pior que pode acontecer é alguém corrigir seu erro – algo pelo qual você, aliás, deve ficar grato, pois é a oportunidade de aprender um pouco mais.

Comentarios: