Incrível observar como a virada do ano mexe com a gente. Seria o clima mundial de confraternização? A chance de comemorar algo em comum com quase todo o resto da humanidade (não podemos esquecer que para chineses, indianos, judeus e mulçumanos, o Ano Novo é comemorado em datas distintas, obedecendo outros calendários, ok?)? Seja lá o que for, até os mais céticos e racionais deixam a lógica um pouco de lado e caem na festa para dar as boas-vindas a um novo ciclo.

E mais interessante ainda é perceber como encaramos a chegada de um ano novo como uma espécie de botão de reset. Assim que o relógio marca meia-noite, todas as dificuldades e tristezas ficam para trás e, em frente, só existe a esperança de dias de alegria e sucesso.

Para dar uma forcinha ao destino, praticamente, todos os povos no mundo têm na manga algum ritual, superstição, simpatia ou tradição para atrair a boa sorte e garantir que ela fique durante todo o ano.

A gente separou aqui alguns dos mais legais para você conhecer. Assim, se estiver passando a virada em algum desses países, quem sabe você se anima e adere a algumas dessas práticas. Afinal, sorte nunca é demais!

No Brasil

Provavelmente, você não só conhece estas superstições, como também deve ter tentado algumas delas pelo menos uma vez na vida! Graças à nossa rica herança cultural, fruto da mistura de todos os povos que desembarcaram por aqui, encontramos um pouquinho de tudo. Venha ver:

Vestir branco (e uma roupa nova, de preferência) – para atrair paz, harmonia e energias positivas

Lingerie colorida – aqui vale tudo! Cada cor simboliza algo diferente. Basta escolher uma de acordo com o que deseja atrair: vermelho para força e paixão, amarelo para dinheiro e prosperidade, laranja para o sucesso, azul para harmonia e paz, verde para saúde, esperança e equilíbrio. Essa tradição é comum em vários países.

Pular 7 ondas – trazida pelos escravos africanos, esta divertida tradição é uma homenagem à Iemanjá, divindade protetora dos mares. O número 7, no candomblé, representa Exu, seu filho. Acredita-se que os pulos abram os caminhos para a sorte. Mas para garantir que a simpatia funcione, não dê as costas ao mar após o ritual! E se quiser reforçar os resultados, dê os pulos com o pé direito (!!!).

Há também quem jogue flores no mar e solte barquinhos de papel com velas e oferendas.

Na Itália

As tradições variam de região para região, mas as mais conhecidas são essas aqui:

Salto no rio Tibre – esse é para os fortes! No dia 1º de janeiro, alguns corajosos pulam da Ponte Sant’Angelo direto para as gélidas (e rasas!!!) águas do rio Tibre, em Roma. Tradição desde 1946, o propósito aqui é atrair a sorte.

Queima de pedidos – comum a vários povos, consiste em escrever seus desejos em papéis e atirá-los na lareira, para que queimem e se tornem realidade.

Jogar fora coisas velhas – literalmente! Se estiver em Roma ou Nápoles, cuidado com a cabeça! É possível que você seja atingido por pratos, roupas, etc, que os italianos atiram pela janela, para deixar o passado para trás e abrir caminho a uma vida nova.

Assistir à Missa do Galo – celebrada pelo Papa, a missa é transmitida ao vivo do Vaticano

Comer uvas – Ao soar meia-noite, a tradição é comer 12 grãos, um a cada badalada, para ter sorte nos 12 meses do ano (Portugal e Espanha também são adeptos desta prática)

Lentilha no ano novo, dinheiro o ano todo – herança da Roma Antiga, o prato de lentilha é associado a um prato de moedas de ouro, portanto, atrai dinheiro e prosperidade. Os espanhóis e brasileiros, que não são bobos, também aderiram à tradição.

Nos Estados Unidos

Beijo da meia-noite – esses americanos não são bobos mesmo! Assim que o relógio marca meia-noite, a ordem é agarrar quem estiver ao lado e dar aquele beijo! Se traz sorte ou não… isso não importa muito!

A bola na Times Square – desde 1907, é realizado o lançamento da bola de réveillon na Times Square, em Nova Iorque, que reúne milhares de pessoas para assistir à descida da esfera, presa no topo de um prédio. O lançamento funciona como uma contagem regressiva, já que começa às 23h59 e leva um minuto para ser concluído.

Na Inglaterra

Big Ben – pontualidade é sinônimo dos ingleses e quem anuncia a chegada do Novo Ano é o Big Ben, com as 12 badaladas que dão a largada à festa.

Aud Lang Syne – a tradicional canção é considerada um hino de Ano Novo, cantada em praticamente todos os países de língua inglesa. Tente decorar a letra para juntar-se ao coro.

London New Year Parade – no dia 1º, as ruas da capital inglesa são tomadas por uma multidão que se aglomera para acompanhar a Parada de Ano Novo. O desfile conta com performances, danças e acrobacias de artistas de todo o mundo.

Na Irlanda

Beber – beber faz parte do dia a dia irlandês e, claro, não poderia ficar de fora! Para acompanhar, muita música e dança tradicionais, numa festa repleta de alegria.

Azevinho sob o travesseiro – para trazer amor no novo ano, as jovens irlandesas dormem com um ramo de azevinho embaixo do travesseiro, na noite da virada.

Na Alemanha

Porco à mesa – na comemoração alemã, o porco é a estrela! Símbolo de boa sorte, fartura, fertilidade e riqueza, o leitão não só é um dos pratos da ceia, mas também aparece em formato de doces feitos de marzipã ou biscoito.

Há quem diga que nesta data, devemos evitar comer aves ou outros animais que andam para trás e dar preferência aos porcos ou peixes, que se deslocam para a frente.

Miscelânea

Ascender todas as luzes da casa, soltar fogos de artifício, comer frutas secas, brindar à meia-noite, comemorar com música, dança e uma bela ceia. Essas tradições são, praticamente, universais.

Que tal continuar a discussão e aprender muito mais nas nossas Aulas ao Vivo? Acesse nosso site e comece a estudar inglês hoje mesmo!

Comentarios: